NOTA DE REPÚDIO

Nota de Repúdio

O SINDICATO DOS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE – SINTAUERN, através de sua diretoria, vem à público externar NOTA DE REPÚDIO aos atos praticados pelas forças de segurança do Estado do Rio Grande do Norte no ato de desocupação praticado no dia 24.11.2017.

É lamentável e de total repúdio as agressões gratuitas e desmotivadas provocadas pela polícia contra os servidores da saúde, estudantes e professores da UERN que se encontravam no seu legítimo exercício do direito de greve.

Esse dia entrará para a história como mais um fatídico dia em que a classe trabalhadora se viu humilhada e marginalizada por lutar por seu direito não só a um salário digno, mas sim ao direito basilar de receber o seu salário e viver de forma digna.

As agressões sofridas ontem causariam inveja às repressões sofridas pelos trabalhadores durante a ditadura militar, não sendo, nem ao longe, espelho que possamos acreditar viver em um Estado Democrático de Direito.

Não é necessário discorrer sobre o descumprimento de normas internacionais (Convenção nº 151, da OIT), a Constituição da República, entre tantas outras normas internas que asseguram o regular exercício do direito de greve e os direitos que por meio dela que devem ser buscados, devendo ser salientado que há diversas decisões judiciais que determinam o pagamento regular dos salários e que permanecem descumpridas por vários meses.

Nos causa ainda mais repulsa que tais atos tenham partido de policiais que se encontram em situação degradante e similar aos servidores que lá estavam, agredindo de forma gratuita seus pares (servidores públicos), no afã de proteger a irresponsabilidade política que culmina com o total estado de calamidade econômica vivenciado no país.

A luta deve continuar e precisamos voltar a viver uma normalidade democrática calcada na supremacia da Constituição e na busca do seu cumprimento, deixando para serem esquecidos atos como o de ontem, que nos indignam e, ao mesmo tempo, envergonham toda a sociedade, não reconhecendo nos seus professores e servidores o real sentido do aprendizado e de progresso social.

O SINDICATO DOS TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE exige o respeito à todos os servidores do Estado, especialmente àqueles que se encontravam no ato de ontem, repudiando todas as tentativas de desqualificar o movimento e seus partícipes que, dignamente, lutam e continuam lutando por garantias e direitos mínimos aos servidores públicos.

Diretoria – SINTAUERN

compartilhe