Técnicos Administrativos da UERN poderão ser liberados para Mestrado no Exterior

Capacitação

A partir de agora os técnicos administrativos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) poderão ser liberados para cursar mestrado fora do país. Até então, os técnicos só podiam ser liberados para capacitação em nível de doutorado e pós-doutorado no exterior.

Na reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UERN realizada nesta quarta-feira (19), foi alterado o artigo 12 da Resolução 27/2017 – Consepe, que trata da capacitação dos técnicos administrativos. Em seu parecer, o relator Conselheiro Mairton França foi favorável à alteração. Ele destaca “que a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN possui uma das mais robustas políticas de capacitação do seu pessoal (técnico administrativo e docente), marcada não só por estratégias de liberação, mas também por um programa de oferta de bolsas que tem permitido uma formação com melhores condições”, afirma o relator.

O Conselho seguiu o voto do relator, e aprovou a nova redação do artigo por unanimidade.

De acordo com o pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da UERN, Prof. Rodolfo Lopes, essa alteração é mais um avanço na política de capacitação dos servidores técnicos da Instituição, que vem sendo ampliada nos últimos anos.

“Esse foi um passo importante, que reduz as assimetrias relacionadas ao processo de capacitação docente, e continuaremos buscando uma política de capacitação técnica-administrativa mais robusta, viabilizando maiores oportunidades aos nossos servidores”, afirmou Rodolfo.

O presidente do Sindicato dos Técnicos-Administrativos da UERN (SINTAUERN), Elineudo Melo, comemorou a nova redação da Resolução. “É mais uma vitória para a nossa categoria. Um desejo muito solicitado pela categoria, que através do nosso Sindicato, junto com a Administração da Universidade, chegou a este momento. Parabéns a todos os Conselheiros do Consepe pela sensibilidade”, afirmou.

Na mesma reunião, o Consepe deliberou sobre processos de revalidação de diplomas de médicos graduados fora do Brasil. Em seu voto vista, a professora Isabel Amaral indefere os pedidos de revalidação. A maioria do Conselho seguiu o voto vista.

A reunião do Consepe foi presidida pelo reitor Pedro Fernandes e transmitida ao vivo pelo Canal UERN Oficial do Youtube, e contou com a tradução em Libras das intérpretes Vanessa Leão e Mariana Nivea, da Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas da UERN (DAIN/UERN). A reunião está disponível AQUI.

Por Luziária Machado/AGECOM

compartilhe